Como faço para doar leite materno?

Esses dias, encontrei no Facebook uma história linda. Enquanto amamentava sua filha Letícia, a Carolina Canossaprocurou informações sobre como doar leite materno.

… Eu li bem por cima sobre amamentação. Não estava muito encanada com isso e, no fundo, até achava que nem ia conseguir… Então ela nasceu e, apesar de um tropeço aqui e outro ali, deu tudo muito certo e o desenvolvimento da nenê é excelente mesmo praticamente só se alimentando de leite materno.

Perguntei ao Google como fazer e cheguei ao pessoal do banco de leite da Unifesp, que dá toda orientação, material pra coleta e até passa na sua casa pra buscar o que você tiver.

parto.infoparto.info - mais de 60 links (textos e vídeos) com informação de qualidade sobre gestação, trabalho de parto, pós-parto e amamentação. Tudo em um só PDF. E o download é gratuito!

O “clic” da Carolina veio por causa de sua história, como bebê prematura. Mas a verdade é que amamentar não é conto de fadas, não é automático. Mãe e bebê precisam aprender. E tem muita coisa que pode atrapalhar, alguns obstáculos a superar. Mas, depois que a coisa engrena, olha que maravilha! Dá pra amamentar e ainda ajudar!

Algumas mulheres, quando amamentam, produzem um volume de leite materno que vai além da necessidade do bebê. Este excedente pode ser doado. Esta iniciativa é importante para bebês prematuros internados de baixo peso ou que, por algum motivo, não podem ser alimentados pelas próprias mães.

“Mas eu vou tirar leite do meu bebê pra doar?” Não, não vai. 80% do leite materno é produzido durante a mamada (mutcho loko, né?). Então, você pode doar e amamentar que vai sempre ter leite!

Ordenha, armazenamento e doação

Em abril de 2017 (pouco antes de eu transformar minha vida), alguns estudantes da Universidade São Judas (Larissa Lima e Renata Vellozo) vieram conversar comigo sobre o tema. Coincidiu com meu retorno ao trabalho e o processo de ordenha para ofertar leite materno para Joana – e doar o que não seria usado.

Vale a pena assistir ao vídeo inteirinho, está cheio de informações para quem deseja fazer o mesmo!

Há um cuidado e orientação muito sério pelos responsáveis por estes bancos, responsáveis pelo processo de coleta, processamento e distribuição. Mais do que isso: o leite doado é analisado, pasteurizado e submetido a um rigoroso controle de qualidade antes de ser oferecido a uma criança.

No site da Fiocruz também tem algumas informações preciosas sobre amamentação e doação de leite materno (tem uma seção ótima sobre mitos da amamentação, leia!)

Quer conversar e entender mais sobre amamentação? Está com dificuldades? Pode me chamar!

 

Rina Noronha

Sou doula de parto e pós-parto, além de consultora em aleitamento materno. Também atuo com aromaterapia, massagem terapêutica para mulheres, organização de enxoval e quarto de bebê. Se quiser conversar, estou à disposição.

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

×